Depois de rir de amigo que usa roupas baratas, garoto é obrigado pela mãe a usar a mesma vestimenta


PUBLICIDADE
Os pais de todo o mundo estão aplaudindo a atitude desta mulher

Tudo aconteceu em Geórgia, nos Estados Unidos, onde Cierra Forney resolveu ter uma atitude diferente para ensinar uma lição ao seu filho de 13 anos.

Através de suas redes sociais, Cierra explicou que seu filho estava com algumas atitudes arrogantes em relação à forma em que alguns de seus amigos se vestiam.

PUBLICIDADE

Segundo ela, ele estava agindo como se fosse bom demais para usar roupas compradas no supermercado. Além disso, fazia comentários sarcásticos sobre as crianças da escola que usam roupas compradas em lugares mais baratos.

Então, Forney teve a ideia de dar uma lição de vida diferente para seu o filho. Ela o levou para um lugar em que são vendidas roupas baratas com $20 dólares, equivalente à R$ 70 reais, e ele usaria aquela roupa durante as aulas.

Depois de impor essa conseqüência incomum para combater a atitude de seu filho, a mãe espera que ele adquira uma outra visão do mundo ao seu redor.

“Ele não está feliz e derramou algumas lágrimas”, escreveu Forney. “Mas acredito firmemente que daqui a 15 anos ele vai olhar para trás e e me agradecer.”

Forney espera que a experiência tenha ajudado seu filho a entender que dinheiro e imagem não são tudo na vida. Julgar os outros pela aparência, não é uma atitude que essa mãe quer ver dentro de sua casa.

“Se você julga as pessoas por causa de onde eles compram, então você também vai comprar lá”, afirmou Cierra. Ela acrescentou que, pessoalmente, ama a empresa Goodwill, lugar onde eles comprar as roupas.

Reconhecendo que sua decisão parental pode ser controversa, Forney pediu aos críticos para manterem seus comentários rudes para si mesmos. “Estou tentando criar seres humanos bons e respeitosos”, concluiu ela.

Muitos compartilharam o post dela nas redes sociais apoiando sua decisão. “Você não pode colocar um preço na integridade e respeito. Bom trabalho, mamãe ”, escreveu um usuário do Facebook.

Fonte: LifTable

POSTS PATROCINADOS