Deficiente visual instala câmera em cão-guia para mostrar ao mundo os problemas que vive diariamente


PUBLICIDADE

Imagine acordar cedo, sair para trabalhar, estudar, passear com os amigos… A vida da maioria das pessoas, certo? Agora imagine como seria fazer as mesmas coisas com deficiência visual.

Infelizmente, eles sofrem diariamente, seja por preconceito ou simples descaso. A questão é: Como denunciar este tipo de problema? É aí que entra a história de Amit Patel, um médico que, depois de perder a visão, acabou se afastando da profissão de médico.

PUBLICIDADE

Vivendo em Londres, acabou tendo como companhia fiel sua cão-guia, Kika, para ajudá-lo com os obstáculos da vida. Mesmo assim, ainda encontram muitos problemas com a própria sociedade. Pessoas que bloqueiam a passagem, funcionários que o ignoram, e até fingem que não o escutam quando ele pede para a cadelinha encontrar um lugar para ele sentar no vagão do metrô.

“As pessoas são tão rudes e arrogantes, que presumem que podem fazer o que quiserem (…) Uma senhora chegou a dizer que eu deveria pedir desculpas às pessoas atrás dela por atrasá-las. Perguntei-lhe se eu deveria pedir desculpas por ser cego, e ela disse que sim”, contou Amit.

Por conta disso, o rapaz instalou uma câmera em Kika para mostrar ao mundo o que sofre dia a dia. Sua esposa assiste e posta em seu Twitter as imagens chocantes. A ideia por trás da divulgação é conscientizar a população a dar o respeito necessário para as pessoas com deficiência visual e seus cães-guia. Confira seu cotidiano no vídeo abaixo (em inglês).

Qual seria a melhor solução deste caso, para vocês?

Fotos: Reprodução

POSTS PATROCINADOS