Menina de sete anos morre após contrair bactéria de hamster da família


PUBLICIDADE
Criança falece após contrair bactéria de hamster

Em novembro, uma menina de apenas sete anos faleceu em Portugal após contrair uma bactéria infeciosa transmitida por um hamster, que era o animal da família. Joana Teixeira começou a ter vômitos e diarreia decorrentes, que duraram alguns dias.

A pequena foi levada ao hospital, onde seu estado de saúde se agravou. Depois de ser transferida a outro que diagnosticou falência dos rins. Dois dias depois, a menina morreu.

PUBLICIDADE

De acordo com a Autoridade de Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde Maia/Valongo (ACES Maia/Valongo), de Portugal, a transmissão da doença é possível. Seja por ingestão de alimentos ou água contaminados.

Pânico na escola

A Administração Regional de Saúde Do Norte, do país, ainda está investigando possíveis epidemias que poderiam surgir, após a escola da menina se preocupar com o restante das crianças. Entretanto, de acordo com a ACES, a morte de Joana “trata-se de um caso isolado de doença infeciosa, causada por uma bactéria que raramente causa doença humana com esta gravidade”, não tendo sido observados “outros casos da mesma doença”.

“Queremos saber o que se passou e se os nossos filhos não correm perigo. Sabemos que esta criança conviveu com os colegas e há, hoje, uma outra criança com os mesmos sintomas de vômitos e diarreia” disse o pai de um aluno.

A Direção da escola emitiu uma nota informando que a Autoridade de Saúde “recomenda medidas de proteção como o afastamento de qualquer aluno, docente ou não docente que tenha sintomas da doença, e onde os cuidados de higiene pessoal e alimentar comuns são também aconselhados”.

De acordo com o veterinário português Jorge Cid, há casos de infecção causada por hamsters, mas que são “raríssimos”. Ele ainda afirma que, se houver cuidados de higiene e o controle de um veterinário, o risco disso acontecer é quase inexistente.

Mesmo que o caso tenha ocorrido em Portugal, é importante manter a atenção se você tem um hamster e crianças pequenas em casa.

 

Fonte: Observador

POSTS PATROCINADOS