Conheça mais sobre a tuberculose ganglionar, infecção que afastou Simaria dos palcos


Simone diagnosticada com tuberculose ganglionar
Simone diagnosticada com tuberculose ganglionar
PUBLICIDADE

Uma das duplas mais famosas do atual cenário do sertanejo, empoderado pelas mulheres, Simone e Simaria, virou notícia. Mas, dessa vez, não foram suas músicas o assunto e sim uma infecção que atingiu Simaria, a impossibilitando de fazer seus shows.

Ela foi diagnosticada ontem, 17, com tuberculose ganglionar. Ela estava internada desde o dia 12 deste mês no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo e teve alta, mas continuará o tratamento de casa. A notícia levantou a discussão sobre a doença, desconhecida por boa parte da população. Por isso, conheça um pouco mais sobre ela:

PUBLICIDADE

Simone diagnosticada com tuberculose ganglionar

Tuberculose ganglionar:

Esse tipo de tuberculose não é contagiosa e tem baixa chance de morte, de acordo com um especialista ao G1. O infectologista Eduardo Martins, do Instituto Brasileiro para Investigação da Tuberculose, explicou ao Bem Estar, que esse é um tipo raro da infecção:

“É o mesmo bacilo da tuberculose pulmonar. A pulmonar é apenas o tipo mais frequente de apresentação da tuberculose, com 85% dos casos. De uma forma geral, é uma bactéria que dá em todos os órgãos: pulmão, coração, pleura e também nos gânglios”. Alguns exames específicos são feitos para detectá-la, como a baciloscopia.

Simone diagnosticada com tuberculose ganglionar

Seu tratamento é feito da mesma forma que a comum, por antibióticos, seguindo as orientações dadas pelo médico. Geralmente ele se estende de seis meses a um ano para que as bactérias não se tornem cepas resistentes, conta o infectologista Edimilson Migowski.

Como pode surgir?

Esse tipo de infecção aparece por conta de uma baixa no sistema imunológico, segundo Eduardo Martins. “A quantidade enorme de shows, comendo mal, viajando de um lugar pro outro, estresse, podem causar a tuberculose.” – Edimilson Migowski. Ele ainda conta que os sintomas são febre, calafrios, inchaço com dor, perda do apetite e suor excessivo.

A prevenção em crianças acontece principalmente pela vacina BCG. A tuberculose atinge milhares de pessoas ao ano e constantemente são feitas campanhas de conscientização sobre a infecção, em especial voltada para a pulmonar. Vale ficar atento aos sintomas e procurar o médico o quanto antes. Melhoras para Simaria!

Foto: Reprodução/ Internet/ Alexandre Mauro/ G1

Fonte: G1/ Bem Estar

POSTS PATROCINADOS