Conheça 3 doenças que podem afetar seu animal de estimação mesmo com a higiene em dia


PUBLICIDADE
Essas doenças podem afetar seu bichinho mesmo com todos os cuidados

Quem cuida de seu bichinho de estimação como se ele fosse parte da família, sabe que mante-lo saudável não é uma tarefa simples.

Qualquer negligência pode fazer os gastos com médico veterinário ficarem maior do que seus próprios gastos pessoais, por isso, é preciso ficar atento à todos os males que os peludos estão expostos.

PUBLICIDADE

Pensando nisso, listamos aqui algumas das enfermidades que o seu animal pode contrair ou desenvolver mesmo quando tudo parece estar dentro dos conformes.

Confira:

Leishmaniose

Essa doença pode afetar tanto cães quanto os seres humanos e segundo uma pesquisa realizada pela Bayer Saúde Animal com 3 mil brasileiros, mais da metade da população nunca ouviu falar de leishmaniose.

O crescimento nos casos da doença no Brasil só afirmam essa constatação.

 

A leishmaniose é causada por um protozoário transmitido aos cães e gatos pela picada da fêmea do mosquito-palha ou birigui, um pequeno inseto que carrega o Leishmania, parasita que ataca as defesas do organismo e gera uma infecção, que pode ser fatal. O protozoário também pode ser transmitido às pessoas e mata centenas de brasileiros todos os anos.

 

Pulgas

São os parasitas mais populares nos animais de estimação e causam um enorme desconforto. Em casos extremos, as pulgas podem causar até a morte do animal, através da coceira, perda de pelo e reações alérgicas graves

Outro risco é que a ingestão acidental desses insetos pode levar à proliferação de parasitas intestinais como o Dipylidium caninum, que causa diarreia e alterações nas fezes.

Carrapatos

Eles são encontrados facilmente em qualquer lugar que residam cachorros, principalmente dentro das casas. Eles crescem e procuram hospedeiros para ficar se alimentando de seu sangue. Os alvos mais comuns são cachorros e gatos mas eles também podem ser encontrados em cavalos e outros animais de campo.

Eles são responsáveis por transmitir diversas doenças. A mais comum é a erliquiose, popularmente conhecida como “doença do carrapato”, que causa apatia, febre, perda de peso, vômito e, em fases avançadas, hemorragia.

Por mais que pareçam doenças comuns, todas as enfermidades acima podem ser evitadas com uma coleira anti-pulgas ou até mesmo com um composto aplicado no pescoço do animal no final do mês.

Fonte: VIX

POSTS PATROCINADOS