Cientistas explicam que a “carinha de culpa” do seu cão pode significar algo muito mais sério: medo


PUBLICIDADE

Muitas vezes nós tentamos identificar o que nossos cãezinhos estão sentindo. Mas é importante ficar alerta, pois nem sempre nós conseguimos decifrar de maneira correta o que eles demonstram sentir.

O maior exemplo disso é a famosa “carinha de culpa” que eles fazem quando nós lhe damos uma bronca. Porém, especialistas afirmam que essa carinha não está nenhum pouco ligada com o sentimento de culpa ou arrependimento, mas, sim, ao medo.

PUBLICIDADE

Quem explica isso – baseada em seus estudos – é Alexandra Horowitz, cientista e autora dos livros “Inside of a Dog: What Dogs See, Smell, and Know” (Dentro de um cão: O que cães veem, cheiram e sabem) e “Being a Dog: Following the Dog Into a World of Smell” (Sendo um cão: Seguindo os cães em um mundo de cheiros).

  1. Imagem: Pinterest

De acordo com os estudos conduzidos por ela, as pessoas tendem a atribuir emoções nos seus cães baseadas nas emoções humanas, mas sua maneira de demonstrar o que sentem são muito diferentes, eles têm sua própria maneira de se expressar e a culpa ou arrependimento não é uma delas.

Para chegar a esses resultados, Alexandra realizou experimentos com 14 cães e analisou suas reações ao serem expostos a determinada situações em que deveriam sentir culpa ou medo. Em nenhuma delas eles demonstraram estarem arrependidos ou sentirem-se culpados.

  1. Imagem: Pet Bird

“No caso dos cães, ainda não há muita evidência, mas isso não quer dizer que seus cérebros não realizem essa função”, conta a cientista ao Business Insider.

Isso acontece porque, de acordo com os estudos, os cães não são capazes de raciocinar sobre o significado das ações e nem refletem sobre ações passadas, determinando se elas são consideradas erradas ou não. Eles apenas sentem medo ao serem questionados por seus donos.

  1. Imagem: Exame

Por isso, é muito importante prestar atenção na reação de seus bichinhos e tomar muito cuidado na maneira como os tratamos, afinal, não queremos que eles tenham medo de nós, não é mesmo?

POSTS PATROCINADOS