Homem chora ao ver 10 cães idosos abandonados. Então, ele leva todos de uma vez para casa


PUBLICIDADE

Você teria coragem de ter essa quantia incontável de animais dentro de sua casa? Pois, o contador Steve Greig não se importa nem um pouco. Para ele, quanto mais, melhor.

O homem vive em uma casa em Colorado, Estados Unidos e tem cerca de 10 cachorros idosos, um porco chamado Bikini, uma galinha chamada Oprah, dois patos, duas pombas, uma dupla de gatos, um coelho e uma lagoa cheia de peixes koi. Pode parecer loucura, mas a verdade é que Steve é totalmente apaixonado por animais.

PUBLICIDADE

“Cresci com muitos bichinhos de estimação”, conta Steve. ”Meus pais eram amantes dos animais e me deixavam ter todos os que eu queria desde que cuidasse deles”, revela o homem.  Assim, quando se tornou adulto, ele continuou a adotar pelo menos um ou dois cachorros. Mas a morte de um deles causou uma dor extrema em seu peito. Logo, ele decidiu que tornaria sua casa um lugar para uma família ampliada.

casa
Steve tem mais de 10 cachorros idosos, um porco, uma galinha, um coelho e outros animais de fazenda em sua casa.

“Eu estava tão angustiado com a sua morte. Passou um mês ou dois e eu ainda me sentia mal. Decidi que a única forma de me sentir melhor era que fizesse algo bom, que provavelmente não teria acontecido se ele não tivesse morrido”, revelou. Não demorou até que Steve fosse até um abrigo e procurasse pelo cachorro ‘menos adotável’ de lá. 

“Então adotei um Chihuahua de 12 anos chamado Eeyore com sopro no coração e quatro rodas em suas patas. Então, o trouxe para casa e foi o começo de todos os animais”, conta Steve. De 10 dos cachorros, apenas oito são de Steve. Um pertence a seu colega de quarto e o outro a sua irmã.

Sua rotina, como você deve imaginar, é meio turbulenta. Ele levanta as cinco da manhã e faz o café da manhã específico para cada um deles. Além disso, Steve administra os medicamentos de cada um. Depois disso, ele vai trabalhar, mas volta no período do almoço, dando a eles algumas guloseimas. Já nos fins de semana, é um pouco mais complicado já que ele se reveza para ir ao veterinário.

 “São animais muito sábios. Você sabe o que quer da vida uma vez que chegou em uma certa idade. Esses cachorros sabem quem são e é fácil ter uma relação com uma pessoa ou com um bichinho de estimação que sabe o que é”, revela Steve.

Realmente um exemplo a ser seguido, não concorda?!

Fotos: Reprodução.

Fonte: Zoorprendente.

POSTS PATROCINADOS

Beatriz Ponzio

Jornalista, introspectiva, criativa, sensível, sonhadora, apaixonada por dança e pela vida.