Chinês faz alerta a todos após ficar com corpo cheio de vermes por conta de sashimi contaminado


PUBLICIDADE

Ahh, comida japonesa. Só de pensar já dá água na boca, certo?! Mas calma. Não vá com muita sede ao pote. Afinal, como você consegue realmente saber se aquele prato repleto de sushi está realmente limpo e seguro?

Difícil, não?! Bem, saiba que esse cuidado não é uma simples frescura não. Pelo contrário, é mais do que necessário você verificar a procedência do peixe que você come nos restaurantes ou pega em supermercados.

PUBLICIDADE

Não acredita ainda que é perigoso? Bem, conheça a história de um chinês, cuja identidade não foi revelada, que havia comido uma grande quantidade de peixe cru e que, dias depois estava se queixando de dores no estômago e prurido cutâneo (também conhecido como comichão).

Desesperado, o homem foi rapidamente para o hospital onde foi descoberto uma infecção por meio de vermes. Sim, e eles vieram de somente um culpado: as iguarias japonesas que, se não cozidas podem estar sujeitas à contaminação.

Pois é. Não é brincadeira não. Segundo alguns estudos, o consumo do peixe cru ou mal cozido pode facilmente levar à uma série de infecções parasitárias. Com o chinês, a ingestão foi de um parasita chamado Diphyllobothrium, encontrado principalmente no salmão. Aliás, mesmo marinados, eles podem acabar transmitindo a infecção.

”Mas como isso acontece?”, você deve estar se perguntando. Bem, na verdade tudo começa quando os peixes comem os ovos desses parasitas, fazendo com que as larvas se juntem à parede intestinal. Logo, elas são transferidas para o corpo humano uma vez que os ‘sushis’ são cozidos.

Para piorar a situação, uma vez infectado, uma têniade até 15 metros pode crescer dentro do intestino no período de algumas semanas. Ela, inclusive, pode sobreviver por meses, liberando ovos capazes de se alojar em outras regiões do corpo.

Um perigo, não?! Por isso, é bom ficar ligado em alguns sintomas como fadiga, constipação e desconforto abdominal. Depois disso, é possível que as larvas migrem para outras partes do corpo, podendo corroer o fígado, os olhos, o coração e o cérebro. Ou seja, os riscos aí são grandes.

Só não se esqueça que o problema não está somente na comida japonesa. “Contudo, outros pratos populares também poderiam estar implicados, como salgados crus ou filés marinados, carpaccio e ceviche”, diz a pesquisadora Nancy Craig, em estudo publicado pela revista Canadian Family Physician.

Então é bom ficar ligado, hein?! Até porque a ingestão desses alimentos pode acabar causando cisticercose que é quando vermes adultos entram na corrente sanguínea. Logo, pode acabar com a vida do paciente, já que atinge o cérebro.

E aí?! Melhor tomar cuidado nos restaurantes japoneses.

Fotos: Reprodução/Daily Mail.

POSTS PATROCINADOS

Beatriz Ponzio

Jornalista, introspectiva, criativa, sensível, sonhadora, apaixonada por dança e pela vida.