Com obesidade mórbida, chihuahua é resgatada. Mas ainda há uma esperança para sua saúde


Cadela com obesidade mórbida
PUBLICIDADE

Em teoria, não seria necessário explicar que, quando temos um animal de estimação, uma das maiores preocupações que devemos ter em relação a ele se refere a sua alimentação. Contudo, parece que muita gente ainda não sabe disso.

Após nove anos vivendo ao lado de seus dono, a cadelinha Lu-Seal, uma chihuahua, desenvolveu obesidade mórbida. Seu tutor permitiu que ela ganhasse 8 quilos a mais do que seu peso normal – ela pesava 16 quilos.

PUBLICIDADE

Como consequência do ganho de peso, a saúde dela foi diretamente afetada. Lu-Seal não conseguia mais andar. Suas patas traseiras não conseguiam sustentar o seus quilos extras. Além disso, a pobrezinha desenvolveu artrite e sofreu lesões em vários ligamentos de suas patas e joelhos, o que a deixou em situação ainda mais instável. E não sendo o bastante tudo pelo o que passava, a chihuahua foi abandonada pelo seu dono. A parceria de quase uma década se encerrava de maneira melancólica.

Diante de todas as dificuldades, tudo parecia perdido para Lu-Seal. Contudo, quis o destino que um anjo cruzasse o seu complicado caminho. Não muito tempo após ter sido deixada, uma mulher chamada Julia Morley, de Pittsburgh (EUA), decidiu adotá-la. Mesmo todos os problemas da cachorrinha não fizeram com que a nova tutora desistisse de tê-la ao seu lado.

Após uma visita ao veterinário, Julia foi orientada a respeito de como poderia “salvar” a sua parceira canina. E sem perder tempo, era hora de começar. Com uma dieta rígida e exercícios controlados, a dona estava disposta a fazer sua cadelinha perder peso e recuperar sua saúde.

Durante oito meses, a dedicação foi intensa. Mais do que determinada, Julia não estava disposta a deixar com que Lu-Seal continuasse a sofrer. E a pequena ex-gordinha não desanimava enquanto sua tutora lutava por ela. Hoje, a diferença é impressionante.

Pouco a pouco, o peso da chihuahua foi recuperado. Agora, o desafio é fazer com que suas articulações a permitam ter ainda mais qualidade de vida. O fato é que o pior já passou. E graças a todo o amor de Julia, Lu-Seal terá uma nova e merecida chance de ser feliz.

Fonte: Zoorprendente

POSTS PATROCINADOS