Catador de lixo usa o pouco que tem para construir casas e escola na comunidade que vive


Catador de lixo constrói casas na comunidade
PUBLICIDADE

O Brasil é cheio de histórias inspiradoras de pessoas que mesmo com pouco conseguem fazer muito! E não para por ai: o desejo delas é ajudar o próximo e sua comunidade. São pessoas simples, mas com um coração grandioso e cheio de bondade.

Seu Sebastião, de 72 anos, é um exemplo vivo disso. Órfão aos 4 anos de idade, nunca teve muitas oportunidades de estudo. Hoje, cria com esforço seus 7 filhos como catador de lixo, profissão que desempenha há 24 anos. Ele pode facilmente ser visto pelas ruas de Olinda, no Pernambuco ou no manguezal, onde encontra boa parte do lixo reciclável de onde tira sua renda.

PUBLICIDADE

Mas, não é só com o sustento da família que ele usa o dinheiro que ganha da venda do lixo que encontra. Seu Sebastião ajudou a construir uma escola chamada ‘Nova Esperança’, que atende 75 crianças da comunidade, entre 2 a 6 anos de idade. Os pais apenas contribuem com um valor de R$ 25,00 para ajudar no salário das 3 professoras do local. As crianças retribuem toda a generosidade dele com carinho e afeto. Já os moradores, são apenas elogios e admiração para esse homem que mesmo com poucos recursos, resolveu compartilhá-los com as pessoas ao seu redor.

Catador de lixo ajuda comunidade

Bondade vai ainda mais além:

Além de tudo isso, ele ainda constrói barracos quem não tem onde morar. Ao todo, já deu teto há 8 famílias. Dedica seu tempo, também,  a consertar cadeiras de rodas e fabricar muletas e conta com doações para ajudar nas despesas.

Catador de lixo ajuda comunidade

Ele conta que seu maior bem é a honestidade, mostrando todo seu desprendimento. São exemplos como Seu Sebastião que fazem desse mundo um lugar melhor. É para se inspirar e aplaudir de pé!

Foto: Reprodução/ G1/ TV Globo

Fonte: G1

POSTS PATROCINADOS