CãoDula: projeto usa cães abandonados como gandulas e mostra o quanto eles precisam de um lar


PUBLICIDADE

Os cães são verdadeiros amigos do homem, tudo o que precisam é de um lar e de um pouco de carinho. Por isso, um projeto criado para dar visibilidade à cães que vivem em abrigos tem chamado a atenção de diversas pessoas e nos mostra o quanto os cães são saudáveis e estão buscando por uma família.

O projeto, chamado CãoDula, se baseia em uma “equipe” de cachorros treinados para trabalharem como gandulas durante um torneio de tênis. Depois do sucesso que os cães gandulas fizeram em 2016, eles estarão de volta em 2017 durante o Brasil Open de Tênis, que acontece entre os dias 27 de fevereiro e 5 de março no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo.

PUBLICIDADE

Dessa vez, a equipe será formada por seis cãezinhos: Cindy, Nanda, Pretinha, Mia, Arlete e Ovelha. Esses cachorros fazem parte das ONGs Projeto Segunda Chance – que fica localizado em São Paulo – e Cão Sem Dono – localizado em Itapecirica da Serra.

“São cães que tiveram uma trajetória difícil, sim. Porém, o que queremos evidenciar não é a história sofrida do passado, mas provar que, independentemente do que eles passaram, podem ser grandes companheiros hoje e no futuro”, defende Madalena Spinazzola, diretora de marketing corporativo e planejamento estratégico da PremieR pet.

Durante os jogos, os cachorros mostram que tem energia de sobra e se divertem enquanto pegam as bolinhas e encantam a todos os espectadores com sua graciosidade. Mostrando que, apesar de vira-latas, eles também são muito charmosos.

“Ao levar os CãoDulas às quadras, queremos mais uma vez mostrar ao público que os cães que aguardam por um lar só necessitam de afeto, cuidado e nutrição de alta qualidade. Não importa sua origem ou idade, quando são amados e alimentados corretamente podem ser maravilhosos companheiros, brincar, aprender coisas novas e realizar grandes feitos”, afirma Madalena.

Veja como eles são fofos:

Todos os cãezinhos que vão participar do evento estão disponíveis para adoção. Esperamos que, assim como na edição passada, todos eles sejam adotados e encontrem um verdadeiro lar. Afinal, eles são muito fofos, não é mesmo?

Foto: Fera

POSTS PATROCINADOS