Cão morre por erro cometido pelo seu cuidador contratado através de famoso aplicativo


PUBLICIDADE
Cão morre por negligência de passeador encontrado em aplicativo

Um cachorro faleceu depois que um passeador de cães cometeu um erro crucial. Os donos de Bandit, um cão da raça border collie de 4 anos, disseram que ele desapareceu após encontrarem um homem pelo aplicativo Wag!, que ajuda proprietários de cães a encontrarem pessoas que os leve para passear pelas redondezas.

Entretanto, o passeador encontrado não seguiu as instruções dos donos de Bandit de usar uma coleira para levar o cachorro para caminhar. “Há instruções que você dá ao seu passeador e estava lá: ‘Ele sempre precisa de seu coleira para sua caminhada’, disse Michelle Morrissey, uma das donas de cão.

PUBLICIDADE

Michelle e Kelsey Burke haviam ido passar o  feriado do Ação de Graças com sua família em outra cidade no fatídico dia. Mas tudo mudou quando receberam uma ligação dizendo que o passeado não usou a coleira e o cachorro acabou fugindo.

Imediatamente, Michelle e Kelsey suspenderam a viagem e voltaram para casa. Logo, Michelle postou fotos de Bandit nas redes sociais e distribuiu algumas pelas ruas para encontrá-lo. Poucas horas depois, descobriu que alguém viu o corpo de Bandit. Ela acredita que o Bandit tenha sido atropelado por um carro. “Não é assim que queríamos que essa história terminasse e realmente queríamos trazê-lo para casa e é triste que não podemos”, disse Kelsey.

Cartazes de “perdido” foram espalhados pela rua
Resposta do Wag!

O aplicativo Wag! se pronunciou sobre o assunto:

“Nós sentimos muito ao informá-los de que Bandit infelizmente faleceu. O Bandit foi encontrado (Parque Olímpico de Escultura) esta tarde e estamos em contato com os proprietários. Wag! tinha tido extraordinários esforços para trazer Bandit para casa. Nós somos de coração partido com esse resultado. O passeador foi removido da nossa plataforma enquanto aguardamos uma investigação. Nossos pensamentos estão com as donas de Bandit neste momento difícil”.

Os donos do Bandit dizem que já usaram o aplicativo antes e esta é a primeira vez que eles tiveram um problema. “Noventa e nove e nove por cento do tempo dá tudo certo. Esse 1% não Ele (Bandit) não está voltando para casa esta noite e queremos garantir que as pessoas pesem essa flexibilidade com o risco”, disse Kelsey.

 

Fonte: Kiro 7

POSTS PATROCINADOS