Cadela não consegue superar a morte de sua dona e escapa para ficar ao lado dela em velório


PUBLICIDADE
Cadela emociona a todos com atitude inesperada no velório de sua antiga dona

Nunca cansamos de enfatizar o quanto o amor dos animais é incondicional. É possível encontrar aqui no site milhares de histórias em que os amigos de quatro patas não saíram do lado dos seus donos mesmo com as piores adversidades.

Com a Belinha, uma boxer, e sua dona Telma, não foi diferente. As duas foram companheiras uma da outra durante longos 4 anos. Telma adotou a cadela quando ela ainda era um filhote.

PUBLICIDADE

Nos últimos tempos, a mulher descobriu que sofria de um câncer grave, que já tinha se espalhado por quase todo o seu corpo.

Depois do diagnóstico, aconteceu tudo muito rápido e pouco mais de um mês depois, Telma veio a falecer.

Durante o tempo em que tentou se tratar, os familiares da dona dizem que Belinha foi uma espécie de enfermeira para a mulher, e não saiu do lado dela para nada.

Despedida

Durante o velório de Telma, a cadela estava entre os parentes e amigos que queriam se despedir. Ela ficou o tempo todo andando para lá e para cá.

Tudo estava normal, mas uma atitude da cadela deixou todos emocionados.

Em certo ponto da cerimônia, Belinha se levantou e foi até o caixão, ficando inclinada para sua amiga. Ficou lá por vários minutos, apenas observando.

Outro fato curioso que mostra a sensibilidade destes animais, é que depois que Telma foi enterrada, Belinha se soltou da coleira e ficou ao lado do túmulo. Ela sabia exatamente onde era.

Hoje a cachorrinha é cuidada pelo irmão de sua antiga dona, e sempre que pode faz uma visita a Telma no cemitério. Ela nunca esquece do amor e da parceira que as duas tinham.

Confira a história completa:

Fonte: Portal Curió

POSTS PATROCINADOS