Bebê respira sozinha pela primeira vez, 391 dias depois de nascer prematuramente


Bebê prematura respira sozinha
PUBLICIDADE

Brodie Soster estava grávida quando resolveu visitar sua família na Nova Zelândia. Lá, começou a sentir dores abdominais, mas não deu atenção. Quando seu ombro começou a doer, ela teve que correr para o hospital.

Ela estava com a pressão sanguínea alta e proteína em sua urina. Foi levada ao Christchurch Women’s Hospital e realizou uma série de exames. Eles mostraram que sua bebê tinha parado de crescer há duas semanas; além disso, a futura mamãe estava sofrendo de uma forma rara de pré-eclâmpsia e seu fígado estava em paralisação. Como Brodie contou ao site Nine, ela precisou fazer o parto antes que ela e a filha acabassem morrendo.

PUBLICIDADE

Billie Ava Stevens nasceu pesando apenas 510 gramas, na 25ª semana de gestação. Suas chances de sobreviver eram de 30 a 40%. Somente depois de 190 dias a pequena pôde deixar a UTI Neonatal; mas, acompanhada de um tubo de oxigênio e outro de alimentação.

Bebê prematura

Bebê consegue respirar sozinha pela primeira vez:

Depois de 391 dias desde que veio ao mundo, ela finalmente se viu livre do tubo de oxigênio e passou a respirar sozinha. Seus pais não poderiam estar mais radiantes ao ver os progressos de Billie, que comemorou seu primeiro aniversário com essa grande notícia:

“Nós quase a perdemos muitas vezes, então realmente foi uma grande festa para toda a família.”, disse Brodie. Ela continuou: “O fato de que ela agora está respirando completamente sozinha após 391 dias sob o suporte do oxigênio é um marco enorme. Além disso, é um crédito para a medicina moderna e para o hospital que a tratou.”

Bebê prematura

Ela também falou sobre as dificuldades de cuidar de um bebê prematuro e da felicidade em ver a filha começar a engatinhar. Além disso, citou suas expectativas para os próximos passos de Billie:

“Ela ainda tem um tubo de alimentação, então nosso próximo desafio ao longo dos próximos meses é levá-la a comer e a beber mais. Tenho certeza de que ela será capaz de conseguir isso, agora ela está respirando sem apoio e porque ela é tão incrível “.

Bebê prematura

Essa garotinha é uma guerreira e com certeza vai continuar ultrapassando novas barreiras.

Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal

Fonte: 9News

POSTS PATROCINADOS