Bebê é vítima de tiroteio em Guerra Civil na Síria e o que acontece comove pessoas do mundo todo


Bebê atingindo no olho por uma bala se torna símbolo do movimento de libertação da Síria.
PUBLICIDADE

A Guerra Civil na Síria parece nunca mais ter fim, o que começou com um confronto entre o regime autoritário de Bashar al-Assad e forças contrárias, tomou proporções inimagináveis. Já são milhões de pessoas afetadas e milhares de mortos, incluindo inúmeras crianças. O país vive dias de terror que se espalha para o mundo todo com o crescimento de grupos terroristas.

A vítima da vez que está chamando a atenção das autoridades para essa verdadeira tragédia, é o bebê sírio Karim. Com apenas um mês de idade, ele acabou sendo atingindo por um bala durante um tiroteio entre o exército e os rebeldes. Os soldados pró-governo visavam um bairro tomado pela insurreição na cidade de Ghouta, no leste de Damasco. 

PUBLICIDADE

Infelizmente o bebê foi atingido no olho por uma bala e acabou ficando cego. Karim já havia passado por uma experiência ruim quando sua casa foi atacada e sua mãe acabou morrendo na explosão. Mesmo com uma fratura no crânio, ele conseguiu sobreviver junto com seu pai.

O conflito já fez milhares de vítimas, entre elas muitas crianças como Karim.

A foto de Karim sem um olho devido o incidente, está rodando o mundo e fazendo com que muitas pessoas se sensibilizem com o terror vivido pelos sírios. O bebê acabou se tornando um verdadeiros símbolo do movimento de libertação da Síria. Os rebeldes aproveitaram para utilizar a imagem de Karim como um ícone de resistência contra o regime. 

A repercussão foi tanta, que a foto de Karim está comovendo milhares de pessoas ao redor do mundo. Muitos usuários das redes sociais e ativistas postaram fotos de si mesmos tampando o olho esquerdo, fazendo referência ao bebê que ficou cego devido aos conflitos. Essa foi a forma encontrada para chamar a atenção das autoridades e também demonstrar solidariedade.

Veja um vídeo feito por ativistas em solidariedade a Karim:

Terror na Síria

A Guerra Civil no país não parou desde que começou em 2011. O confronto entre o regime de Bashar al-Assad contra forças contrárias se intensificou com o surgimento do grupo terrorista Estado Islâmico. O EI foi o responsável por espalhar mais ainda o terror da guerra e elevar o conflito para um patamar mundial.

A ONU estima que a guerra já causou mais de 250 mil mortes , e que mais de 4,5 milhões tenham deixado a Síria como refugiados. Segundo a própria organização essa é a maior crise humanitária do século XXI.

Mesmo com a mobilização de algumas das principais potências mundiais, o descaso com a população síria ainda é grande. Sem falar na crise de refugiados causada pela guerra que afetou especialmente a Europa. Enquanto nenhuma medida eficaz é tomada, o conflito continua fazendo mais e mais vítimas.

Fonte: CC News 

 

POSTS PATROCINADOS