AVC: saiba que medidas adotar para se prevenir da doença


PUBLICIDADE

Todos sabemos dos riscos que um AVC (Acidente Vascular Cerebral) pode ter em nossas vidas. Afinal, ele é a segunda causa de morte e a primeira em incapacidade no Brasil, segundo o site da Exame.

Para você ter uma ideia, em 2015, 100.520 pessoas morreram por conta do AVC. Para piorar, 4.592 dessas mortes eram pessoas com menos de 45 anos de idade. Isso, claro, segundo informações do Ministério da Saúde.

PUBLICIDADE

Mas o que é AVC?

“Trata-se de uma doença grave, autoimune e incapacitante, mas que tem uma grande capacidade de prevenção”, revela Rubens Gagliardi, diretor científico da Academia Brasileira de Neurologia (ABN). De fato, ela pode ser provocada devido a uma obstrução de artéria ou rompimento de vasos sanguíneos.

Mas calma. 90% dos casos estão ligados a fatores que podem ser alterados. Por isso, está sendo feita uma campanha para ajudar na conscientização da doença.

Como evitar

Há diversas formas de se prevenir contra esse mal como, por exemplo: controlar a pressão alta; praticar atividade física cinco vezes na semana; ter uma dieta saudável e balanceada com mais frutas e verduras e pouco sal; reduzir o colesterol; manter um peso adequado; não fumar e evitar exposição ao tabaco; reduzir a ingestão de álcool; identificar e tratar a fibrilação atrial; evitar diabetes e adotar acompanhamento médico.

Risco do AVC

Geralmente, os médicos já oferecem um tratamento preventivo para os pacientes que já tem algum tipo de histórico. Lembrando que a maioria dos casos ocorre em quem já apresentou a doença.

Agora, inclusive, existe um aplicativo chamado Riscômetro de AVC, capaz de reconhecer os sinais da doença. Além disso, ele também oferece dicas de como evitar.

Por hora,  o Plano Nacional de Redução de Sódio em Alimentos Processados tem o objetivo de retirar 28.562 toneladas de sódio dos alimentos até 2020. Até agora, já foram retiradas 7 mil toneladas de alimentos das prateleiras pela quantidade acima do produto.

AVC sodio
O consumo do sódio pode contribuir para o AVC

Menores de 45 anos

É realmente chocante como a doença pode estar afetando pessoas mais novas. “É uma evidência. O estilo de vida das pessoas tem mudado. Hoje, o jovem fica mais exposto ao estresse, há muito uso de drogas ilícitas entre os jovens, encontramos muitos deles obesos. Esses fatores todos podem favorecer o AVC”, conta Rubens.

E aí? O que você está fazendo para se prevenir? Ah, e caso você esteja em dúvida sobre qual é o melhor sal, saiba que o sal do himalaia não é lá essas coisas que dizem.

Fotos: Reprodução, HumanBrainProject/Divulgação.

Fonte: Exame

POSTS PATROCINADOS

Beatriz Ponzio

Jornalista, introspectiva, criativa, sensível, sonhadora, apaixonada por dança e pela vida.