Ator Leonardo DiCaprio se engaja na luta pela sobrevivência das vaquitas, espécie rara de golfinho


PUBLICIDADE

O ator Leonardo DiCaprio, conhecido pela sua participação em filmes como Titanic e O Regresso, pode ter se envolvido em algumas polêmicas ao longo de sua carreira, mas também se mostrou muito engajado em causas sociais e inclusive possui uma instituição voltada para a proteção do meio ambiente, a Fundação Leonardo DiCapri.

Recentemente, Leonardo, juntamente com sua fundação, firmou um acordo com o governo do México e a Fundação Carlos Slim para proteção das vaquitas, um cetáceo e espécie rara de golfinho, que sofre sérios riscos de extinção. Nele, fica proibido o uso temporário de redes de emalhar, comum na pesca de peixes totoabas, mas que também acabam assassinando as vaquita sem seu habitat.

PUBLICIDADE

“Esta ação é um passo crítico para assegurar que o Golfo da Califórnia continue vibrante e produtivo, especialmente para espécies como a vaquita, criticamente ameaçada”, disse DiCaprio à Associated Press.

Após quatro mortes de vaquitas esse ano, a última em abril, no Golfo do México, restando apenas 30 da mesma espécie, o acordo ganhou força. Mas algumas instituições ligadas à proteção do ambiente marinho já haviam se manifestado, inclusive com petições pedindo medidas urgentes, como a World Wildlife Fund(WWF) e a Sea Shepherd.

Segundo o WWF, o trato vai trazer mudanças significativas, tanto na proteção desse animal quanto da vida marinha no Alto do Golfo da Califórnia, no México. Grupos como esse e pessoas como o Leonardo DiCaprio, engajados em melhorias e no cuidado do meio ambiente podem fazer a diferença, principalmente no futuro.

Fotos: The Independent/Reddit/Divulgação/Internet

POSTS PATROCINADOS