Após mãe adotiva falecer, escritor revela tudo o que ela fez por ele em homenagem tocante


Escritor faz homenagem tocante para a mãe
PUBLICIDADE

Há milhares de crianças em orfanatos ao redor do mundo. Todas elas esperam um lar e uma família que possa acolhê-las e dar amor e carinho. Jon Macks é um renomado escritor de comédias e já ganhou diversos prêmios importantes em seu meio. Mas, dessa vez, não foi uma comédia que ganhou contornos sob suas palavras, mas sim, uma homenagem à sua mãe, Sylvia Macks.

Ela e o marido, Albert não podiam ter filhos. Para dividir um pouco desse amor todo que eles tinham para dar, adoram Jon ainda pequeno e seu irmão, Adam. O escritor conta que quando era criança, com aproximadamente três anos, sua mãe lia para ele um livro chamado “The Chosen Baby” – o bebê escolhido. Ele mostrava como uma criança adotada era especial por ter sido justamente escolhida por aquela família.

PUBLICIDADE

Escritor faz homenagem tocante para a mãe

Dessa forma, ela o ajudava a entender tudo o que acontecia ao seu redor, desde novinho, fazendo-o se sentir aceito.

Uma mãe incrível:

Jon conta que escreveu os relatos sobre a mãe em um quarto de hospício em Santa Bárbara, enquanto ela estava em seus últimos dias de vida:

“Ela teve uma vida difícil. Ambos os seus pais eram surdos – um nascido dessa forma, outro que ficou surdo aos 9 anos – e, como criança, ela teve que atender o telefone quando tocou, ver quem estava batendo na porta, avisar sua mãe quando sua irmãzinha estava chorando , e lidar com vizinhos excêntricos. Você pode imaginar ter esse peso em seus ombros quando tiver 5 anos?”, conta.

Escritor faz homenagem tocante para a mãe

Sylvia aprendeu a tocar piano com a mãe, que embora surda, tinha ótimas técnicas para ensiná-la. Além disso, era de uma inteligência assustadora, se destacando em sua vida acadêmica. Logo conseguiu um emprego como técnica de enfermagem e conheceu o marido, Albert, durante a Segunda Guerra Mundial. Ao longo dos anos, ela ficou ao lado do marido nos negócios, sempre o apoiando. Quando ele morreu de um ataque cardíaco, foi ela que assumiu as responsabilidades financeiras.

Descobre uma grave doença:

“Nunca vou esquecer como ela lidou com a notícia quando eles disseram que seu câncer de ovário era tão ruim que ela tinha no máximo seis meses para viver. Isso foi em 1986. Ela tratou da maneira como ela lidou com a maioria das coisas – estoicamente, obstinadamente, fazendo o que os médicos disseram – e ela continuou a viver mais 31 anos.”, disse Jon sobre a mãe. Sylvia faleceu com 93 anos!

“A pergunta inevitável que recebo quando as pessoas aprendem que eu fui adotado é esta: “Você já tentou encontrar sua mãe real? Eu a encontrei. Encontrei minha mãe real no dia em que Sylvia Macks me adotou.”, completou. O escritor ainda conta que se pudesse ter escolhido uma mãe, não pensaria em outra pessoa além de Sylvia. É lindo ver como ele retribuiu todo esse amor que recebeu pela família que o acolheu!

Foto: Reprodução/ Internet/ CNN

Fonte: CNN

POSTS PATROCINADOS