Após as denúncias de assédio sexual em Hollywood, Terry Crews desabafa sobre seu caso


PUBLICIDADE

Os casos de abusos sexuais envolvendo o diretor cinematográfico, Harvey Weinstein, reviraram o mundo de Hollywood. As revelações fizeram com que inúmeras estrelas rompessem o silêncio e se pronunciassem denunciando mais acontecimentos iguais a esse. O ator Terry Crews, famoso por suas atuações em “Everybody Hates Chris” e “White Chicks”, também resolveu se pronunciar sobre um episódio em que sofreu assédio.

Através da sua conta oficial no Twitter, Terry Crews contou como foi o caso que aconteceu em uma festa em Los Angeles. “Essa coisa toda com Harvey Weinstein está me dando stress pós-traumático. Por quê? Porque eu passei por algo assim! Minha esposa e eu estávamos em uma festa em Hollywood no ano passado quando um executivo veio e simplesmente agarrou meus órgãos sexuais“, escreveu o ator.

PUBLICIDADE

Eu pulei e gritei ‘O que você está fazendo?’. Minha mulher viu  e olhou para ele como se ele fosse louco. O idiota só ficou lá sorrindo. Eu ia acabar com a raça dele ali mesmo, mas pensei duas vezes e sabia o que iam pensar. ‘Homem negro enorme bate em executivo importante de Hollywood’ seriam as manchetes no dia seguinte. Só que eu provavelmente não poderia lê-las, pois estaria na cadeia. Então nós simplesmente fomos embora da festa”, disse.

O ator e sua esposa em uma festa.
O ator Terry Crews com a esposa Rebecca Crews.

Ele me ligou no dia seguinte para se desculpar, mas nunca disse o motivo de fazer aquilo aquilo. Eu decidi deixar para lá porque não queria perder minha carreira – é o que acontece quando o abusador está em uma posição de poder. Eu entendo e simpatizo com as mulheres que não falam nada por tanto tempo, mas Hollywood não é o único lugar em que isso acontece, e Harvey Weinstein não é o único predador no mundo. Espero que, ao ter contado essa história, eu o faça desistir desse tipo de coisa no futuro”, finalizou o Crew

Quem é Harvey Weinstein?

Um dos maiores produtores de cinema de Hollywood e também fundador da Miramax e da The Weinstein Co., foi acusado por abusar sexualmente e até estuprar várias atrizes e modelos que mantinham contrato com uma de suas produtoras. Nomes como Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Courtney Love e outras personalidades hollywoodianas denunciaram inúmeras tentativas de assédio vindas de Weinstein.

A polêmica foi tanta que inúmeras atrizes  e de diferentes idades resolveram se pronunciar sobre o assunto. Em uma declaração ao The New York Times, Gwyneth Paltrow disse que, depois de ter sido selecionada por Weinstein para ser protagonista da adaptação do clássico romance de Jane Austen, Emma, em 1996, ela foi “intimada” a ir até o quarto de hotel dele. Lá, afirmou, que o produtor colocou as mãos no corpo dela e sugeriu uma massagem. A atriz tinha 22 anos à época.

Reprodução / Omelete.Uol

 

POSTS PATROCINADOS