Alternativas naturais mostram-se as mais eficazes na hora de tratar a pressão alta


PUBLICIDADE
Pressão arterial pode ser controlada com pequenos hábitos do dia a dia

É comum encontrarmos pessoas que sofrem de pressão arterial, se não, somos nós mesmos que vivemos com esse problema. A hipertensão, como também é chamada, pode ter a mínima entre 9 e 10 e, se você for ao médico pela primeira vez, ele certamente não indicará remédio, e sim, outros hábitos de vida.

Bom, a gente nunca acha que mudar algo em nosso dia a dia realmente vai ajudar algo sério em nosso corpo, mas quem realmente cria coragem para mudar, não reclama nada dos resultados posteriores.

PUBLICIDADE

Desta forma, antes de começar a fazer tratamento com remédios, a pessoa deve sempre repensar em como está levando a sua vida. Pequenos atos podem mudar para sempre o futuro. De acordo com médicos, é aconselhável, assim que você for diagnosticado com hipertensão, evitar o sal, o cigarro e a bebida alcoólica.

De acordo com um estudo realizado com mais de 400 adultos e publicado na edição de novembro do periódico Journal of the American College of Cardiology, combinar uma alimentação com baixos níveis de sal com a dieta DASH, diminui consideravelmente a pressão arterial.

Dieta DASH

A dieta DASH tem como intuito “barrar a hipertensão”. Ela prioriza muito alimentos ricos em proteínas, fibras, potássio, magnésio e cálcio, como frutas – principalmente as vermelhas – legumes e verduras, como brócolis, oleaginosas, como a castanha-do-pára, carnes magras e iogurte. A próxima parte é evitar açúcar, sal e alimentos industrializados, que aumenta o risco de pressão alta.

Depois, vem aquilo que sempre ouvimos, mas nunca damos atenção: a prática de exercícios físicos. Controlar o peso e o estresse podem ajudar a manter sua pressão em dia. As melhores atividades para esses casos são as aeróbicas, como corrida ou natação. Com exercícios, os vasos sanguíneos ficam mais relaxados e a perda de peso é garantida. Esses resultados contribuem bastante para a redução da pressão alta.

Xô, estresse!

Já para controlar o estresse é necessário um tempo para poder dormir bem, algo que contribui muito para a evolução do nosso humor. O motivo é bem simples: enquanto você está em seu mais profundo sono, os hormônios que controlam a circulação são produzidos. Então, se você dorme mal ou menos tempo do que o necessário, o nível dessas substâncias cai e o fluxo sanguíneo é automaticamente afetado.

Se você tem a pressão alta, sabe muito bem que o estresse aumenta ela ainda mais. O sono é importante, mas se ainda não funciona com você, é importante realizar técnicas de relaxamento ou, inclusive, procurar um terapeuta.

Esses hábitos podem, sim, controlar sua pressão arterial, portanto, os medicamentos podem servir para apenas relaxar os vasos sanguíneos. Mas se for ao contrário e você viver apenas com o controle de remédios, logo perceberá que sua pressão nem sempre estará bem, pois é importante manter os medicamentos, mas também mudar o estilo de vida para que pressão não ultrapasse os valores normais de 12 por 8. Vale a pena tentar, não acha?

 

Fonte: UOL

 

POSTS PATROCINADOS