Após tragédia com bebê de 10 meses, pais fazem grave alerta contra a desconhecida leishmaniose


PUBLICIDADE

Mais um caso no qual uma criança não conseguiu sobreviver. Dessa vez, a vítima é a garotinha de 10 meses, Karoline Kailaine Melo Zolin Matos, de Dracena, que não aguentou após ser diagnosticada com leishmaniose no Hospital Regional, em Presidente Prudente. Foram cerca de 13 dias de internação.

Segundo o hospital, a bebêzinha chegou ao hospital no dia 22 de novembro com leishmaniose visceral e permaneceu sob os cuidados médicos até dia 4 de dezembro. Mas, infelizmente, seu estado piorou e chegou a óbito. A mãe só foi perceber algo estranho na criança quando a viu na casa da avó, em Panorama. Lá vinham os primeiros sintomas.

PUBLICIDADE

Conforme relatado pela Prefeitura de Dracena, em contato com a Secretaria Municipal de Saúde e Higiene Pública, não foi divulgada a informação sob o óbito de Karoline. Além disso, a Secretaria conversou com o Núcleo de Vigilância Epidemiológica, em Presidente Prudente, que relatou que Panorama é o município residente da garota.
leishmaniose doença bebê
Bebê morreu de leishmaniose e pais fazem alerta sobre a doença

Todos lamentaram a morte da criança. Porém, segundo o secretário de Saúde de Panorama, Ademilson Correia, Karoline chegou ao pronto socorro da cidade no dia 21 de novembro com icterícia, sem febre. Lá foram feitos apenas exames de rotina. Logo, acabou sendo transferida para o Hospital Regional.

O ocorrido serve de alerta para a doença

Por meio do mosquito-palha, a doença é capaz de causar inchaço do fígado e do baço, compromete o funcionamento do sistema imunológico e pode, ainda, atingir a medula óssea. E seu principal causador são os cachorros que acabam transmitindo a doença depois que o mosquito o pica.

Alguns dos sintomas que podem surgir nos animais são perda de peso, feridas, descamações da pele, queda anormal de pelos, inchaço nas pernas e sangramento do nariz. Porém, ela pode não ter sintomas para os humanos.

Por isso, é bom sempre ficar alerta.

Fotos: Reprodução.

Fonte: G1

POSTS PATROCINADOS

Beatriz Ponzio

Jornalista, introspectiva, criativa, sensível, sonhadora, apaixonada por dança e pela vida.